top of page

Psicoterapia e suas abordagens

Atualizado: 22 de ago. de 2022



O QUE É PSICOTERAPIA?


Psicoterapia é um processo colaborativo realizado entre o paciente e profissional psicólogo. Dentro deste ambiente o paciente pode trazer e tratar inúmeras questões pertinentes aos seus sofrimentos, dificuldades e relações. A proposta de autoconhecimento sempre estará presente, pois por meio dela que novas percepções, formas de pensamento, mudanças de comportamento e insights são adquiridos, ressignificados ou compreendidos. Independente da abordagem, o profissional sempre vai ofertar um setting terapêutico adequado (ambiente presencial ou on-line), utilizará de conhecimento embasado, oferecerá sigilo e postura ética, bem como, acolhimento, cuidado e atenção a cada paciente de forma única e singular. O profissional psicólogo será um facilitador na caminhada da psicoterapia.


AS ABORDAGENS


A premissa da psicoterapia sempre se dá no processo realizado em busca do autoconhecimento. O ambiente psicoterápico refere-se, especificamente, em um momento onde o paciente pode se despir de seus medos, frustrações, traumas, bloqueios ou apenas se conhecer de forma genuína.


O autoconhecimento na psicoterapia pode ser compreendido, reconhecido ou adquirido de inúmeras formas e vias. É aqui que iniciamos nossa pílula de conhecimento para a compreensão das abordagens em psicoterapia.


O que, primeiramente, podemos dizer sobre as abordagens, as quais a psicoterapia se debruça, são que estas se tratam de pontos de vista, correntes teóricas ou até mesmo, por assim dizer, entendimento do que seria o indivíduo para cada conceito. Dentro das tratativas do processo terapêutico é considerado à locução de tempo, observação de queixa verbal e latente e foco para desenvolvimento do processo.


Podemos exemplificar as abordagens de forma sucinta a partir das bases de força da psicologia, as quais são a psicanálise, a comportamental e a humanista. Estas três são chamadas de trindade de forças da psicologia. São elas que embasam as primeiras impressões da psicologia ao contextualizar como o indivíduo se apresenta. A partir destas encontramos inúmeras ramificações, nuances e diversidades de abordagens. O surgimento destas forças se deu no questionamento de quem é o indivíduo, como este se vê e se relaciona com o mundo. Assim sendo, cada abordagem desvenda este caminho fazendo suas considerações para se aproximar do resultado que atenda a necessidade do paciente.


Dentre essas considerações podemos citar a psicanálise, que se debruça em pautas como o passado, suas referências, traumas e processos reprimidos no inconsciente, a terapia cognitiva comportamental que se debruça em pautas presentes, identificação de pensamentos e crenças e como estes refletem no comportamento ou a linha humanista existencial que se debruça em pautas presentes e que valoriza a tomada de consciência e a responsabilidade de escolha.


Por fim, são inúmeras as nuances as quais a psicoterapia se apresenta através da abordagem do profissional. Todas são significativas, detêm de valores e meios de trabalho terapêutico processual genuíno para o alcance dos resultados frente à demanda apresentada pelo paciente, sendo pautada tanto eticamente, quanto teoricamente.


Segue abaixo a lista de algumas abordagens:


Psicanálise de Freud

Psicanálise de Lacan

Psicanálise – teoria de Winnicott

Psicodinâmica

Psicologia Analítica Junguiana

Behavorismo

Terapia Cognitivo Comportamental (TCC)

Gestalt-Terapia

Psicodrama

Existencial Fenomenológica

Humanista

Abordagem centrada na pessoa


E para você que está pensando em fazer psicoterapia ou já faz, sinta-se à vontade para perguntar ao profissional, qual abordagem ele usa e como a caminhada terapêutica se dará.

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page