top of page

Vamos falar sobre A RAIVA?

Atualizado: 22 de ago. de 2022


Se odeio uma pessoa, a psicanálise mostra que ela não é necessariamente má: o ódio é

MEU, o ódio sou EU, é MEU problema.


A autoajuda prega que não devemos sentir raiva ou outras emoções que não sejam

“positivas” e que somente devemos praticar o bem.

A intenção pode ser boa. Mas devemos nos autorizar a sentir todas as emoções, a

começar pela raiva, ou a inveja, ou o ciúme.


Justamente as emoções que a auto-ajuda procura impedir que saiam.

Quando é reprimida, a energia acaba estourando. Logo, psiques explodem exatamente

porque o mal, o mal dentro de nós, o sentimento negativo, foi represado e reprimido até

achar uma válvula de escape, geralmente péssima em termos sociais.


A psicanálise nos autoriza não a agir segundo os afetos hostis, mas apenas senti-los.

Se tenho ciúmes por alguém, ela me faz reconhecer isso, e até me mostra que não há mal em desejar o mal. Só que, reconhecendo a hostilidade dentro de MIM, percebo que ela está em minha psique, NÃO no mundo externo.


Se odeio uma pessoa, a psicanálise mostra que ela não é necessariamente má: o ódio é

meu, o ódio sou eu, é meu o problema. Ela autoriza o sentimento, mas desautoriza qualquer racionalização em cima dele.


Passamos o tempo construindo discursos complicados para provar como os OUTROS nos fizeram mal. A psicanálise aceita esses discursos -só que mostra que são apenas

discursos, que não dizem a verdade sobre as outras pessoas, só a dizem sobre MIM.


Por isso ela libera, ao permitir o ódio - e cura ou, pelo menos, melhora a vida das pessoas

ao desligar o ódio dos objetos externos, enganosos e remetê-lo ao próprio sujeito, a mim

que odeio, e a mim que posso parar de odiar tanto. Por isso ela pode superar o ódio, enquanto a auto-ajuda só consegue prendê-lo, adiá-lo, escondê-lo.


E a questão é esta: Você quer ficar em intenções não realizadas ou ir mais fundo?


A psicanálise está longe de ter uma história de sucesso com seus pacientes. Mas sua

mensagem social: aceite que você não é um anjo - continua muito libertadora.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page