top of page

Afinal, o que é TOC (transtorno obsessivo compulsivo)?

Atualizado: 22 de ago. de 2022



Você já deve ter escutado alguém dizer que tem TOC por possuir algum tipo de costume ou mania (ex: organização). Mas será que isso é mesmo TOC?


O TOC é caracterizado por diversos sintomas que incluem pensamentos intrusivos, rituais, preocupações e compulsões, causando sofrimento grave.


Pessoas com TOC possuem a sua rotina prejudicada, além de terem prejuízos nas atividades e relacionamentos.


As obsessões são caracterizadas por pensamento, sentimento, sensação ou ideia recorrente, fincando restrita ao campo psíquico. Já as compulsões, são caracterizadas por comportamento consciente, padronizado e recorrente. A compulsão também pode ser um ato mental (ex: rezar, contar, etc...).


Um indivíduo com TOC pode ter somente obsessão, compulsão ou ambas.


A compulsão (o ato) acaba sendo realizada na tentativa de diminuir a ansiedade gerada pelo pensamento obsessivo. Por exemplo: obsessão em contaminação seguido de compulsão por lavagem de mãos de forma repetitiva.



TOC ou mania?


Se você acredita ter “mania de limpeza” ou “mania de organização”, saiba que elas diferem dos sintomas do transtorno. Elas somente configuram um quadro de TOC quando apresentam sofrimento e/ou prejuízo a nível emocional, psicológico, social, profissional, entre outros.



Manifestações mais comuns do TOC


- Limpeza: Trata-se da vontade irresistível de lavar as mãos repetidamente, fazer faxina em determinados cômodos ou na casa toda, limpar móveis específicos, entre outros. A lavagem das mãos pode ser intensa a ponto de causar lesões.

A pessoa também tem aversão a locais sujos e objetos possivelmente contaminados, fazendo de tudo para evitá-los.

Roupas sujas também causam uma sensação desagradável. Quando seus trajes são manchados enquanto está na rua, a pessoa pode voltar para casa para se limpar, lavar a sujeira em um banheiro ou, em casos extremos, descartar a peça de roupa imediatamente.


- Checagem: Verificar fechaduras de portas e janelas múltiplas vezes, bem como se o fogão está ligado e o gás não está vazando, são comportamentos comuns do TOC de checagem. A pessoa não consegue sair de casa até que faça a sua rotina de verificação.


- Organização: Pessoas com TOC costumam organizar roupas, sapatos, utensílios de cozinha, livros e outros objetos de acordo com algum padrão, como tamanho, cor, ordem alfabética ou outros.


- Pensamentos proibidos: Pensamentos considerados “tabus”, como blasfêmia, atos de violência, atos sexuais específicos e qualquer coisa considerada imprópria pela pessoa, causam grande angústia para quem tem TOC. Eles se alojam na mente dessas pessoas contra a sua vontade, fazendo com que elas descarreguem o estresse, medo e preocupação por tê-los através de condutas compulsivas.


- Simetria: Semelhante ao TOC de ordenação. Consiste em organizar objetos de maneira simétrica. Quaisquer vislumbres de assimetria, sejam em elementos que podem ser “consertados” ou não, causam aflição.


- Pensamentos trágicos: Esses tipos de pensamentos envolvem cenários trágicos, de morte ou acidentes, com familiares, amigos ou a própria pessoa com TOC.

Ela acredita que para evitar uma situação catastrófica, precisa engajar em algum ato (compulsão). Por exemplo, ela pode ligar e desligar as luzes 50 vezes para “salvar” a vida de um ente querido. Se não fizer isso, se sente culpada e angustiada, com medo de que a tragédia possa ocorrer.


- Contagem: Necessidade de contar objetos, movimentos corporais e palavras ditas durante uma conversa. A pessoa pode, por exemplo, contar quantos toques dá no joelho esquerdo ou montar padrões rítmicos e intercalados com uma quantidade específica de toques em várias partes do corpo.


Como tratar?


O tratamento do TOC é feito com medicações e psicoterapia. Deve ser acompanhado regularmente pelo psiquiatra e psicólogo.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page