top of page

Avaliando o Seu Ano - Roda da Vida



Mais um ano se passou e habitualmente o clima atual nos faz repensar nossa recente trajetória dos últimos 365 dias. Bom, pensando nisso, como podemos iniciar de uma forma diferente, consistente, objetiva e reflexiva?

Dentre vários recursos que utilizamos em psicoterapia, há um muito importante, pois provoca essa autoreflexão dos setores da vida. O método RODA DA VIDA é um instrumento que traz essa avaliativa a partir destes setores, na mensuração de valor e atenção que temos dado a cada um deles, em uma escala de 0 à 10.

Com formato simples, descomplicado e intuitivo, esse recurso nos faz de forma mais palpável a nossa vida. É incrível o poder de um papel A4 impresso. Quando dizemos para colocar no papel, não é por acaso. Colocar e imprimir ideias, sensações, planos e sentimentos no papel, “materializa” aquilo o dizer o pensar fazem de forma latente. Concretizando isso em uma folha, damos um primeiro passo para o fazer, tentar, mudar ou até mesmo desistir de algo. O papel nos faz olhar para a questão de frente, literalmente encarando-a.

Pois bem, dito isso, com essa bela introdução, vamos falar da Roda da vida e como você pode usar deste recurso neste final e início de ano.


O QUE É RODA DA VIDA?


A roda da vida é um recurso no qual criamos visualmente a representação de nossos esforços em diversas áreas da vida, como profissional, pessoal e espiritual. Possibilitando assim, análises e reflexões pessoais sobre essas áreas e observando quais necessitam de mais atenção.

Hoje encontramos modelos já com divisões e áreas pré-estabelecidas, mas também podemos designar da maneira que melhor nos representar. Basicamente o modelo constitui de um círculo, divididos entre 8 ou 12 subsetores, como uma pizza. Posteriormente, considere visualmente 4 partes com uma linha dividindo ao meio na horizontal e na vertical. Quatro partes, quatro setores, e dentro de cada quadrante, 2 ou 3 subsetores. Feito isso, do meio do círculo com sentido para fora, faça círculos do menor para o maior, até ter 10, para mensurar os valores de 0 a 10 na avaliativa. Os quatro quadrantes principais podemos como colocar setores chave, como saúde, financeiro, profissional, relações. Já nos subsetores podemos refinar cada setor. Exemplo, na aba Relações podemos colocar família, amigos e relacionamentos afetivos, e assim avaliarmos como estamos lidando com tal.

Quando pronta, é só avaliar cada setor pintando o valor que atribui a cada um. Lembrando que o meio vale zero e o restante é gradativo até 10.


Fazer estas considerações é importante, não somente na avaliação de como está, mas como e onde quer chegar, considerando as possibilidades.


Caso seja difícil montar sua própria roda da vida, hoje já há modelos disponíveis já preenchidos ou a preencher os setores. É importante considerar a forma que melhor se encaixa com você.


A roda da vida pode ser vista e revista quando você achar necessário, sempre mantendo o hábito de se avaliar. Nos buscadores é só procurar por “roda da vida pdf” e imprimir. Já existem forma on-line também, e qualquer que seja a sua escolha, o importante é se autoavaliar.


Continue nos acompanhando e seja bem-vindo a psicoterapia.

293 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page