top of page

Os riscos de silenciar suas emoções

Atualizado: 22 de ago. de 2022



Na vida cotidiana nem sempre é fácil nos expressarmos. Ainda mais pensando em nossa cultura maléfica de ‘’aparência-feliz”, que nos induz a pensar e mostrar que “tudo deve estar sempre bem” ou que “melhor não falar para não machucar”.

Estes ditos errôneos contribuem para que evitemos falar de nossos reais problemas e pedir ajuda quando precisamos.


Desconsiderar as emoções perturbadoras nos impede de chegar à sua origem e assim, as questões que deveriam ser olhadas com mais profundidade, continuam ali, causando prejuízos. Minimizar pensamentos e emoções negativas só serve para aumentá-los. Quanto mais negamos, mais alimentamos essas emoções. Você continuará pensando e se apegando às emoções que está tentando evitar.


Inibir as emoções demanda um enorme gasto energético, sendo um mecanismo de defesa associado com as respostas fisiológicas de luta ou fuga.

A maior ironia da repressão é que ela nos dá a impressão de que está tudo sob controle, quando na verdade, estamos, cada vez mais, perdendo esse controle.


Ao reprimir, quem está dominando sua vida são as emoções e certamente, você vai perceber isso, quando em uma situação corriqueira de seu dia a dia, você tiver um momento de crise psíquica. As emoções reprimidas vêm à tona involuntariamente, e acabam vazando, sem possibilidade de controle.


Sem mais nem menos, as emoções negativas parecem desaparecer, mas de repente, às 3 da manhã, elas aparecem com uma força descomunal, que impede você de descansar.

As emoções não sumiram, apenas submergiram para um lugar mais escondido dentro de você. Na verdade elas estão prontas para ressurgirem em uma mínima distração.


Precisamos parar para refletir sobre a maneira de como estamos lidando com emoções

desagradáveis, aquelas que você acha que não vai conseguir enfrentar.

Reflita, escreva sobre elas. Isso pode ajudar a compreendê-las, senti-las e transformá-las,

através da palavra, com consciência e paciência.


O efeito da revelação do que guardamos para nós mesmos é considerado curativo. Pense na sensação de alívio ao revelar um segredo. Quando nos expressamos, liberamos toda a energia que estávamos dedicando para ocultar o que não queríamos falar, e eliminamos o estresse.


Muitas pessoas encontram na terapia um espaço onde podem começar a se expressar de uma forma mais genuína, e o trabalho terapêutico deverá auxiliar a ampliar a habilidade de expressão dos sentimentos de maneira adequada e eficaz em suas relações.


O contato mais profundo com emoções verdadeiras permitirá uma mudança acompanhada de crescimento.


“AS EMOÇÕES NÃO EXPRESSAS NUNCA MORREM. ELAS SÃO ENTERRADAS VIVAS E SAEM DE PIORES FORMAS MAIS TARDE.”

Sigmund Freud

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page